Búsqueda avanzada
Buscar
 

Entra en BiblioEteca...

Disfruta de todo el potencial de biblioEteca entrando con tu usuario...

 

ANTROPOLOGIA NA VIRTUALIDADE


AUTOR: ; ND
No Disponible
 
 
  • Portada de ANTROPOLOGIA NA VIRTUALIDADE

 
Compartir: Compartir con un amigo de biblioeteca Compartir por email Compartir en Facebook Compartir Twitter Compartir en Tuenti Capturar código QR Añadir RSS

Sinópsis del libro:

  • Os nossos ancestrais como homo faber, já utilizavam recursos virtualizados, como galhos, como extensão de seus braços para alcançar frutos em galhos mais altos, e pedras para cortar ou quebrar outros mais duros, pois uma vez que suas mãos fossem insuficientes, ainda assim se valiam destes outros recursos como forma de alcançar seus objetivos. Percebese o uso destes instrumentos como uma extensão de seus braços, mas não o é como de fato pudesse ser, a chave de roda, por exemplo; substitui os dedos para apertar um parafuso; na roda também esta virtualizado o andar do homem, as asas do avião virtualiza as de um pássaro, e conseqüentemente também virtualiza os espaços, isto é, torna continentes mais próximos uns dos outros, as telecomunicações com seus sistemas de tele presença também seria um outro passo. O virtual não é novo, não é algo que surgira com as tecnologias presentes em nossa sociedade, podemos considerar a virtualidade como algo que é intrínseca a própria vida, quer dizer, já estava aqui antes mesmo de nós. Os espaços virtualizados também se fazem presente entre nós, e interagimos por ele; se também pensarmos que a minha idéia sobre um determinado objeto, não é o próprio objeto, mas antes mesmo que possa ser, este se encontra primeiramente em forma de uma idéia, ou seja, ele está virtualizado em minha mente enquanto representação do mesmo, e ao vir átona ele se transforma em ato, e não mais como idéia deste mesmo objeto. Além disso, as relações do aqui e agora, também se fazem presentes na virtualidade, pois podemos considerar que eu me relaciono com o sujeito enquanto idéias, se dialogo com ele, por conseguinte é um dialogo entre as minhas e as idéias e as do meu interlocutor.

    Idioma: CASTELLANO

 
 

Clasificador

Según nuestros usuarios

RIGUROSO
Riguroso

Determina lo preciso o impreciso que es este libro con respecto a lo que se cuenta en el mismo. 0 significa que es completamente impreciso y 10 que cuenta es rigurosamente verídico

Más información
DIVERTIDO
Divertido

Determina lo divertido que te ha resultado el libro: 0-aburrido 10-muy divertido

Más información
COMPLEJO
Complejo

Determinamos lo complejo que nos ha resultado la lectura del libro. Desde el nivel más bajo, que indica que es un texto secillo de comprender hasta el valor máximo que indica que es complejo de comprender

Más información
SORPRENDE
Sorprende

Indica lo sorprendente que resulta el argumento del libro, desde 0: previsible hasta 10: totalmente desconcertante y sorprendente

Más información
 
 

Etiquetas de otros usuarios

Así han etiquetado este libro más usuarios

Así han etiquetado otros usuarios este libro. Si ves acertada su elección puedes añadir la etiqueta con un simple clic a tus etiquetas

 
Publicidad
 
 

Comentarios de los lectores

 
 
 

Yo Leo

Información para lectores

Anillo de blogs

¿Tienes un blog?

Paga si te gusta

La forma de pago del futuro...

BiblioEtecarios

Ayudanos con los libros

Yo Escribo

Si eres autor, descubre más...

Ayuda

Todo lo que puedes hacer en la web
C/ Almagro, 2, 3ºIzda.
28010 Madrid (Madrid)
Tel/Fax : 91 288 73 76
E-mail : info@biblioeteca.com

BiblioEteca en Google Plus BiblioEteca en Rss

 
Copyright © 2015 BiblioEteca Technologies SL - Todos los derechos reservados